A Literatura: como sugiu?

Olá my dears, mein lieber. Tudo bem?

Estava pensando o que iria escrever nessa postagem, e que tal se fosse algo filosófico? Seria inovador no blog, embora eu já tenha feito posts bastantes psicológicos, porém não tão profundo como nesse.
No post de hoje irei fazer perguntas que alguém já deve ter perguntado - ou até mesmo você.


Como surgiu a literatura?
Por que o homem resolveu se expressar através de palavras escritas? Seria por que não sentia que ao falar, nem tudo era revelado? 
Seria por que queria deixar um legado para que no futuro lembrassem?

Bom, como sou escritora - não publiquei nenhum livro, porque não me sinto preparada para a tarefa - eu já tenha perguntado tantas vezes a razão para eu ter começado a escrever. Até agora tenho encontrado respostas vagas como: eu leio bastante e sentir vontade de me expressar mais. Essa seria a real razão? Não, porque conscientemente sei que há outros motivos para alguém começar a escrever ou se tornar escritor.
Um dos motivos seria a busca constante da fuga do racional, do que é determinado e não querem que seja burlado ou contradizido. Um escritor inventa novos mundos e foge dos seus problemas, entretanto a fuga acaba se tornando a sua solução, ou seja o escritor aprende com a sua estória.
A segunda opção seria que o ser humano desde os tempos remotos procura a resposta para tudo e como consequência desenvolveu a escrita para tentar responder a essas perguntas. Tudo teria começado com os desenhos nas cavernas - as pinturas rupestre. O homem desde muito cedo queria se expressar e as artes foram o início para a sua expressão.
Ah, existe outra razão que eu tenho há muito tempo debatido comigo mesma: a herança das palavras. Você pode dizer: não estou entendendo. 
Bem, a herança das palavras não seria nada menos do que deixar suas palavras para pessoas do futuro lerem. E como tiveram essa ideia? É complicado, no entanto em uma das minhas teorias seria que o homem como ser mortal possui medo de não ser lembrado. Isso mesmo. Você não gostaria de ser lembrado por aquilo que deixou? Ou quer ser apagado da história como um Nemo, um ninguém? Lógico que um pequeno egoísmo e intuição dizem para nós escrevermos para sermos passados de geração para geração. 
Hum...Além desses motivos existe alguns que se sobressaem: a inspiração e a curiosidade.
Sem a inspiração, nada seria escrito, nem mesmo uma palavra. E a curiosidade é que o leva a inspiração. Como assim? 
Quando você remexe e encontra músicas, filmes e livros, por exemplo, encontra conhecimento que com certeza te influenciarão e inspirarão.
É...declarei, debati meus pensamentos e espero que tenha feito vocês refletirem.
Lhes deixo com a pergunta batendo nas suas cabeças, como um martelo no prego: Por que o homem criou a literatura? 












"Leia, leia, leia, entre, viva em novos mundos e aprenda, pois a ignorância é a arma do totalitarismo."
Thalya Amancio



Beijos e até mais, queridos.



Comentários

Postagens mais visitadas