Pular para o conteúdo principal

Postagens

Destaques

Crônica "O Mato" de Rubem Braga

Inspirada - ou influenciada - pela leitura da obra com a seleção de 200 crônicas de Rubem Braga venho trazer na versão integral, uma das crônicas que me tocaram por sua delicadeza em descrever a relação, por vezes negada ou esquecida, entre o ser humano e a natureza. Quantas vezes na correria do dia a dia paramos para apreciar realmente a natureza? Rubem Braga traz essa reflexão com suas crônicas, além de outros temas claro. Ele fez sua fama como escritor apenas escrevendo este gênero para jornais. Muitos podem achar impressionante e realmente é, afinal como um gênero tão limitado pôde tornar alguém famoso? Bom, para começo de conversa Rubem com sua agudeza e observação conseguiu em exprimir com poucas palavras a VIDA. Seja falando sobre um pé de cajueiro, suas próprias experiências, devaneios existenciais, o cotidiano, o amor, a beleza da simplicidade, a paixão, os momentos perdidos, a passagem do tempo... Enfim, a vida em sua simplicidade.



(Trabalho surrealista de Matt Wisniewski)


Últimas postagens

Registro de animes (opiniões)

Retalhos de devaneios madrugadores

A educação, a existência e o ser humano: resenhas de Grito de Guerra da mãe tigre e A Peste

Carpe diem: somos poeira e sombras

Diálogo pertinente: Literatura e História

Diante da dor dos outros - um devaneio

Devaneando

Diário de leitura + antigas novidades