Pular para o conteúdo principal

Postagens

Destaques

Divagação sobre a existência humana: a constante luta contra a entropia

Depois de muito tempo sem escrever novamente, tirei um pouco do meu tempo para compartilhar com vocês uma divagação conectada e pretendo apresentar um conto, muito fácil de encontrar na internet de Isaac Asimov: A última pergunta. Acho que minha divagação também teve conexão com minhas leiturasde Uzumaki, mangá clássico de terror do japonês Junji Ito e consequentemente da pesquisa sobre H.P Lovecraft.
Portanto, não se trata de um devaneio desgarrado, e agora dou ênfase: devaneios nunca surgem do nada. Inspiração é uma palavra usada por muitos de forma errada, afinal sempre há uma motivação para escrever, ler, falar.


É preciso aceitar a vida, amor fati de Nietzsche* (Charles Edward Perugini, Girl Reading)


De um devaneio madrugador, tenho agora devaneado até durante os dias quentes e insólitos de verão/tentativa de inverno. (Inspirada pela leitura de Proust, O caminho de Guermantes, abro aqui um parêntese e procuro explicar o porquê do uso de tentativa. Se alguns não sabem moro no Ceará…

Últimas postagens

Análise do conto "Os irmãos Dagobé" de Guimarães Rosa

Devendo tempo - resenhas de "Rubem Fonseca" e 96 respostas sobre AIDS

Crônica "O Mato" de Rubem Braga

Registro de animes (opiniões)

Retalhos de devaneios madrugadores

A educação, a existência e o ser humano: resenhas de Grito de Guerra da mãe tigre e A Peste

Carpe diem: somos poeira e sombras

Diálogo pertinente: Literatura e História